Sexta-feira, 1 de Maio de 2009

Marketing de Afiliação

Diogo Coimbra | C13
TradeDoubler
Madrid | Espanha
 
O programa Inov Contacto proporcionou-me a oportunidade de trabalhar na TradeDoubler e ter o meu primeiro contacto com o Marketing Online. Tem sido uma experiência muito interessante porque é uma área que se encontra numa fase de maturidade inicial, e por isso de grande crescimento e mudança. O tema que proponho desenvolver tem a ver com a actividade core da TradeDoubler, ou seja, o Marketing de Afiliação.
 
 

O que é o Marketing de Afiliação?

Afiliação é a criação de uma rede de afiliados associados com os quais se mantém uma relação a longo prazo orientada para a venda. A TradeDoubler, que dispõe de rede de afiliados e tecnologia própria, serve como intermediária entre anunciantes e afiliados. O anunciante disponibiliza as criatividades (banners) e fixa quanto está disposto a remunerar aos afiliados por venda, por registo e/ou por click. Como anunciante, refiro-me a qualquer marca que decida utilizar a internet como suporte para venda dos seus produtos e, por seu lado, afiliado refere-se a qualquer entidade que disponha de um website de conteúdo, comparação de preços, que faça email marketing, compra de palavras chave em motores de busca, ou seja, que esteja habilitado a atrair tráfego de qualidade. Por tráfego de qualidade entenda-se, utilizadores que se enquadrem com o público alvo do anunciante.

 

Mais importante que a definição de marketing de afiliação, são as razões que o tornam atractivo para as empresas (anunciantes). A facilidade de medição de resultados e tracking dos utilizadores que a Internet nos permite, são os grandes factores de diferenciação em relação a outros meios de suporte, como por exemplo TV e outdoors. Ao contrário do que acontece numa campanha televisiva, um anunciante que decida investir online terá total percepção do retorno do seu investimento (ROI), assim como da reacção dos utilizadores (internauta) a um câmbio de preço, banner, produto ou design da loja online. Tudo é mensurável e algumas das reacções e feedback dos utilizadores podem ser aproveitados, inclusive, para optimizar as acções de marketing offline do anunciante.

 

Esta possibilidade de diversificar o investimento das empresas, levará seguramente as empresas a transferirem uma maior percentagem do seu orçamento de marketing offline para online. Durante o ano de 2006 foram movimentados cerca de 600€ MM em compras online, com um investimento total de somente 10€ MM por parte das empresas. Quando comparamos estas cifras com as do nosso país vizinho, vemos que o total de investimento online em Espanha equivale a cerca de 600 € MM e 4700€ MM em compras online no ano de 2008.

 

Uma aposta em online por parte das empresas não faria sentido sem o crescimento do número de ligações à Internet que temos assistido nos últimos anos e também do aumento do tempo médio online que cada utilizador  passa por dia. Segundo dados da Marktest, Portugal conta com mais de 4 milhões de internautas, o que se traduz numa taxa de penetração de 48,8%, não muito distante da média Europeia de 51%.

 

 

Panorama em Portugal

Mesmo estando a trabalhar em Madrid, estou em contacto directo com os clientes Portugueses da TradeDoubler e nota-se uma falta de conhecimento do marketing online em geral e especificamente do marketing de afiliação. Este desconhecimento traduz-se principalmente nas expectativas irreais que se criam em volta do marketing de afiliação. Os anunciantes acreditam que o simples facto de terem uma loja online é factor suficiente de sucesso para vender através do marketing de afiliação e esquecem-se que necessitam de fornecer as ferramentas necessárias para os afiliados conseguirem converter o tráfego do seu website em vendas. O desconhecimento não está somente do lado do anunciante, nota-se também por parte dos afiliados uma falta de preparação, tanto técnica como estratégica, na hora de implementar ferramentas mais complexas ou atrair tráfego para a sua página. Quanto aos utilizadores, apesar do crescimento do número de internautas que compra online, ainda há resistentes e,  à desconfiança nos meios de pagamento, junta-se a falta de hábito ou desinteresse pelo método.

 

Vai ser interessante observar as mudanças que ocorrerem em Portugal nos próximos anos e ver como se adaptam anunciantes, afiliados e utilizadores à constante mudança e atractividade do meio online.

tags:
publicado por visaocontacto às 10:02
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28

.Artigos recentes

. NOVO LOCAL

. Vila do Bombarral recebe ...

. Empreendedorismo Contacto...

. Encontrão C3

. Contacto 13, solidário em...

. Carreiras: Rui Cristo (C1...

. Existências - Expo de Pin...

. Um pequeno gesto... Um gr...

. Mensagem de Natal

. Os contactos continuam a ...

. PROGRAMA CONTACTO - algun...

. Início do Contacto 14

.Edições

.tags

. todas as tags

.Contador

Amazing Counters
Oriental Trading Coupons

.Mapa Mundo

Locations of visitors to this page
blogs SAPO

.subscrever feeds