Quarta-feira, 17 de Junho de 2009

Fronteiras que se esbatem...

Carolina Batista | C13
 
Carmo Estruturas - Carmo France
Bordéus | França
 

Eu vim parar a Bordéus, França. Bem vistas as coisas, são apenas 1160 km de distância para chegar a Lisboa, será que podemos esperar ter mudanças culturais radicais num espaço tão curto? Pessoalmente, depois de três meses e meio de estágio, e apenas com mais um mês e meio até ao fim, penso que a aculturação aqui não é nenhum dilema, aliás ela passa quase despercebida, reflectindo-se mais em pequenos apontamentos do dia-a-dia, do que propriamente em grandes modificações na forma de estar e de viver.

Talvez tenha uma visão que possa parecer excessivamente simplista mas, depois de ter passado quase três anos numa África do Sul recentemente saída do apartheid, ainda muito conflituosa na sua procura de uma identidade cultural una, toda a Europa me passou a parecer estranhamente próxima. Talvez não nos devamos realmente esquecer que toda a história da Europa se faz em torno de cruzamentos, misturas e conflitos. Basta, até, olharmos para o nosso próprio exemplo. O pai do nosso primeiro rei, D. Henrique, era um duque da região francesa de Borgonha. De certa forma, devemos a nossa existência à perseverança de um descendente francês.

Esta capacidade de luta e de reivindicação social francesa vêm de longe, quase que me atrevo a dizer que a Revolução Francesa é apenas a marca mais visível. E também não podemos esquecer o Maio de 68, emblema muito em voga nestes últimos meses de retorno à luta estudantil. Uma grande parte das universidades parou, chegando mesmo a haver ocupações dos Campus. Ainda ontem, na Universidade de Toulouse Le Mirail, a polícia foi chamada a intervir para desbloquear as instalações. Por comparação, eu diria que nós, portugueses, somos um pouco adormecidos.

Mas não se pense que só há coisas boas a dizer, até porque, por outro lado, a consciência que os franceses tem da sua própria capacidade reivindicativa como povo, torna-os também excessivamente orgulhosos e até mesmo narcisistas, criando o efeito de barriga ao sol. Quando atingem determinado objectivo, não continuam, não tentam superar-se a si mesmos, acham imediatamente que já não existe para lá de. Dou um exemplo dentro da área em que me encontro a trabalhar: foi a França que descobriu a tecnologia dos lamelados colados, mas a falta de empenho na continuação do estudo sobre a tecnologia e as suas formas de produção, fez com fosse completamente ultrapassada por países como a Bélgica e a Alemanha. Ou seja, a França ficou com o orgulho da invenção, mas não com os lucros da sua implementação.

Esta é uma marca que se sente nas tais pequenas coisas do dia-a-dia, aquelas pequenas adaptações que temos de fazer para nos sentirmos mais integrados. Por exemplo, um francês quando aprecia qualquer coisa nunca diz que está bem ou que gosta, vai sempre dizer “c'est pas mal” - não está mal. Achei que conseguia contornar a situação e que conseguiria sobreviver dizendo “c'est bien” - está bem, mas era apenas uma doce ilusão, porque no fim de contas, também não raramente, o “ não está mal” é utilizado em Portugal. Realmente, se calhar, são mais os pontos em comum do que os que nos distanciam. Talvez, também por isso, a França tenha sido país de eleição para a emigração portuguesa.

Mas se tivesse que escolher uma característica incontornável, que tenho alguma dificuldade em perceber, seria a questão das pastelarias.  Aqui só vendem mesmo os bolos, se quisermos uma bebida a acompanhar temos de ir para o café ao lado... pedimos a bebida, sentamos, e não, ninguém se vai importar que estejamos a comer um bolo ali do lado, já experimentei fazer, e mesmo se me fez um pouco de confusão, foi só a mim, porque mais ninguém se importou! Descontracção à francesa...é o je ne sais quoi que dá vontade de continuar por cá.

publicado por visaocontacto às 07:46
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28

.Artigos recentes

. NOVO LOCAL

. Vila do Bombarral recebe ...

. Empreendedorismo Contacto...

. Encontrão C3

. Contacto 13, solidário em...

. Carreiras: Rui Cristo (C1...

. Existências - Expo de Pin...

. Um pequeno gesto... Um gr...

. Mensagem de Natal

. Os contactos continuam a ...

. PROGRAMA CONTACTO - algun...

. Início do Contacto 14

.Edições

.tags

. todas as tags

.Contador

Amazing Counters
Oriental Trading Coupons

.Mapa Mundo

Locations of visitors to this page
blogs SAPO

.subscrever feeds