Sexta-feira, 13 de Fevereiro de 2009

Escolhe uma Cor...Segue as Tendências!

Magda Genebra l C12

 

Parque Científico de Madrid

Espanha

  

Dada a conjuntura de crise a nível Mundial a que já nos acostumamos ouvir na televisão, pelas ruas ou ler nos jornais diariamente, as implicações para o dia-a-dia de um consumidor ressaltam e a preocupação das empresas emerge. Desta forma também as tendências globais de Marketing, Branding ou da Publicidade terão de se adequar à medida de uma carteira cada vez mais justa por oposição a um consumidor cada vez mais exigente.

 

A alteração dos padrões de consumo dos consumidores na corrida a bens como os alimentares ou farmacêuticos dever-se-á, segundo um relatório de JWT (10 Trends 2009), no primeiro caso à procura de amostras de produtos e de ofertas especiais e no segundo caso à grande tendência para a compra de genéricos. O Online será cada vez mais uma ferramenta por parte dos utilizadores e um investimento por parte das empresas. O aumento do comércio online é o reflexo da recessão económica onde o consumidor procurará ofertas e promoções, especialmente através de sites de leilões e de classificados (sites como o do ebay tenderão a aumentar o seu tráfego). Por sua vez, o investimento nos motores de busca, o dito Search Marketing (como é o caso do Google ou YAHOO!) por parte das empresas anunciantes vingará de forma considerável pois apresenta-se como um instrumento estratégico tendo como principal vantagem a medição da Rentabilidade Económica por cada euro/dólar investido, “o que em tempos de dificuldades económicas é um argumento extremamente importante” (Petersen, Christian; Director da agência Eprofessional).

 

A “redução de tamanhos” dos produtos para “cortar” nos custos fixos (por exº a renda de uma armazém) e variáveis das empresas (por ex. custos de transporte) poderá apresentar-se ainda como uma tendência, dada a crise instalada. Denota-se já nos nossos dias uma procura no redimensionamento dos produtos. Nos bens de grande consumo temos o caso do novo skip “Pequeno e poderoso” com doses mais pequenas mas igualmente eficazes, ou ainda na indústria automóvel o boom do smart for two. Segundo estudos da JWT, “este conceito sairá reforçado em 2009 com o aparecimento no mercado de uma série de modelos automóveis de dimensões reduzidas”. Este assunto está intimamente ligado com o esforço efectuado pelas empresas para se conotarem entre as ditas “amigas do ambiente”, por um lado porque poupam nos recursos, por outro porque elas próprias nas suas estruturas, apostam cada vez mais na instalação de energia limpa como forma de diminuir custos e principalmente posicionarem-se na mente dos consumidores como empresas conscientes. E quanto não vale uma marca amiga do ambiente aos olhos de um consumidor? A Caixa Geral de Depósitos foi uma pioneira com a instalação de painéis solares na sua sede em Lisboa, numa busca pela eficiência energética, tendo a médio/longo prazo um retorno com a venda dessa mesma energia produzida à REN (Rede Eléctrica Nacional).

 

A fragmentação dos media, a saturação das técnicas tradicionais, um consumidor mais inteligente e que evita conscientemente as mensagens publicitárias são alguns dos “problemas” com que as marcas se deparam, além da (mal)dita crise. Para isso são necessários novos métodos, redimensionar as acções de forma a atingirem eficazmente os consumidores, aumentando assim a sua distância face à concorrência.

Dou-vos outro exemplo de redimensionamento estratégico (e inteligente) de uma das marcas mais poderosas do mundo (seguramente uma das marcas das nossas vidas, entre tantas outras pelas quais literalmente me apaixono todos os dias) – a Coca-Cola. Uma passagem perfeita do Slogan: “Viva o lado Coca-Cola da Vida” para o tão sugestivo “Open Hapiness” que tem como objectivo principal trazer uma atmosfera mais optimista numa época de crise financeira e económica Global.

 

 

Gostaria ainda de introduzir dois conceitos que, na minha tão humilde opinião, despoletarão o futuro das marcas. O Marketing Relacional e por conseguinte o Marketing Experiencial. O primeiro assume cada vez mais um papel preponderante assinando a diferença com mensagens que se adaptam a grupos de clientes com necessidades específicas. A relação Marca vs. Consumidor está cada vez mais estreita, ou seja, os produtos e serviços disponíveis tornam-se práticos, úteis e únicos. De nacionalidade Japonesa, chega-nos um belíssimo exemplo, a MUJI. Com mais de 350 lojas em todo o Mundo, três delas em Espanha, a MUJI apresenta uma filosofia muito clara – fabricar produtos de alta qualidade e sem marca nem etiqueta, onde primam Inovação, Funcionalidade e Design.

O segundo conceito referido anteriormente, o Marketing Experiencial, resume-se basicamente à interacção directa, à experiencia imediata (nomeadamente através de eventos, etc.) que encaminham o consumidor a uma posterior preferência e fidelização no momento da compra. Desde a comunicação à experiência, o mais simples e possível em formas, cores, sons e sabores transmite a confiança necessária em detrimento da “lavagem cerebral” da Publicidade convencional. Dois exemplos simples e práticos: A marca de cerveja Heineken criou o conceito “Heineken Experience” em Amesterdão para que qualquer pessoa, desde que maior de idade, pudesse descobrir o que está por detrás da confecção da cerveja e degustar a mesma. Outro exemplo é as lojas Imaginarium. Para começar têm duas portas, uma para as crianças, outra para os pais. Depois existe sempre uma preocupação com a decoração, a música, os aromas e a forma de tratar as próprias crianças.

 

Porque “Quando se está próximo de alguém não é necessário gritar para se fazer ouvir, pode-se até sussurrar-lhe ao ouvido”, resume Eurico Nobre, da OgilvyOne.

 

 

Despeço-me na esperança de nos voltarmos a cruzar brevemente em terras lusas, quiçá acompanhados pelo “Sabor Autêntico” de uma SUPER BOCK ou com “a nova embalagem, o sabor de sempre” de um Café Delta!

 

Bem-haja!!

 

 

FONTES

Espanha:

Marketing Directo: http://www.marketingdirecto.com

Brandlife: http://www.brandlife.es/

Online Marketing España: http://www.online-marketing.es/

Portugal:

Meios & Publicidade: http://www.meiosepublicidade.pt

Jornal Briefing: http://www.jornalbriefing.iol.pt/

Revista Marketeer: http://www.marketeer.pt/

Internacional:

JWT - http://www.jwt.com/

 Cosmo Worlds: http://www.cosmoworlds.com/ 

American Marketing Association: http://www.marketingpower.com/

 

publicado por visaocontacto às 16:35
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28

.Artigos recentes

. NOVO LOCAL

. Vila do Bombarral recebe ...

. Empreendedorismo Contacto...

. Encontrão C3

. Contacto 13, solidário em...

. Carreiras: Rui Cristo (C1...

. Existências - Expo de Pin...

. Um pequeno gesto... Um gr...

. Mensagem de Natal

. Os contactos continuam a ...

. PROGRAMA CONTACTO - algun...

. Início do Contacto 14

.Edições

.tags

. todas as tags

.Contador

Amazing Counters
Oriental Trading Coupons

.Mapa Mundo

Locations of visitors to this page
blogs SAPO

.subscrever feeds