Domingo, 1 de Março de 2009

PerCursos

Elisabete Oliveira | C12
Cisco Systems
San Jose, Silicon Valley - EUA

Desde o começo de cada vida, que os pais pensam no percurso para os seus filhos. Estes são cada vez mais bem planeados, a altura em que nascem, quantos irmãos vão ter, que escolas vão frequentar, e muitos até pensam o que irão estudar para que o seu futuro fique garantido.

Escola primária, escola preparatória, secundário, cursos profissionais tecnológicos para uns, licenciaturas e mestrados para outros; cada um escolhe o seu percurso, mas actualmente estas linhas já estão traçadas... Cerca de dezassete anos de estudo, aprendizagem contínua, experiências boas e más, que complementam cada indivíduo e o fazem uma pessoa particular.

Eis que chega o dia em que o ‘pacote’ está finalizado e embalado para seguir em frente. É hora de bater às portas para aplicar tudo aquilo que aprendemos e apreendemos durante a primeira fase das nossas vidas...
‘’É a crise! A culpa é da crise! ‘‘ Dizem alguns baixando os braços mas continuando a bater de porta em porta, depois de pedirem mais uns trocos aos pais para um café e retomarem forças. Outros não o dizem, mas ouvem: ‘’É a crise! A culpa é da crise! ‘‘.
Não pode ser isto que nos abala. Até já dizem que só há crise porque toda a gente fala dela! A comunicação social, os empresários, os estudantes, o governo...

Motivação, o que nós, jovens e menos jovens, precisamos é motivação...
Não só precisamos da motivação que temos dentro de nós, aquela que vamos construindo através dos nãos que ouvimos sucessivamente, de porta em porta. Mas também precisamos de ser motivados. Motivados para continuar a desenhar um percurso, e para desenhá-lo não podemos ir atrás dos outros... Não podemos continuar a seguir as linhas traçadas... Temos de ser inovadores, ver mais além e arriscar!
Temos que dizer não aos empresários que nos pedem constantemente para fazer um estágio de X meses (ganho=0) em troca de experiência, sim porque sem experiência ninguém contrata, e com experiência ninguém quer fazer estágios (ou continua a fazê-los a ganho zero para ganhar mais experiência...) e isso faz com que os licenciados vão parar atrás de um balcão de um estabelecimento ou call center.

Uma simples ideia, um acto inovador, uma nova aplicação de materiais ou ideologias pode virar completamente a história e fazer de um jovem à procura de uma oportunidade de emprego, um empreendedor.

O que não falta são bons exemplos para descrever boas ideias de sucesso.
Desde malas feitas de canetas de feltro recicladas (Just Beg de Naulila Luís), passando por um copo (re)vestido por uma manga, mantendo a tradição na utilização de objectos já caídos em desuso ou menos modernos, mas renovando a sua imagem com uma nova veste e uma nova utilidade (Mangas de Carina Martina); até ao sofá que estofado a desperdício de algodão aquece o utilizador nas noites mais frias através de uma manta escondida num bolso lateral, prolongando assim o conceito habitual de sofá (Re-Pocket de Henrique Ralheta e Miguel Flôr).

É através de uma simples ideia, de uma vontade de querer manter a tradição ou de querer fugir dela, inovando e surpreendendo, que a crise nos vai passando ao lado, até que se deixe de ouvir falar dela.
As ideias não se esgotam... Reciclam-se!

publicado por visaocontacto às 18:00
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28

.Artigos recentes

. NOVO LOCAL

. Vila do Bombarral recebe ...

. Empreendedorismo Contacto...

. Encontrão C3

. Contacto 13, solidário em...

. Carreiras: Rui Cristo (C1...

. Existências - Expo de Pin...

. Um pequeno gesto... Um gr...

. Mensagem de Natal

. Os contactos continuam a ...

. PROGRAMA CONTACTO - algun...

. Início do Contacto 14

.Edições

.tags

. todas as tags

.Contador

Amazing Counters
Oriental Trading Coupons

.Mapa Mundo

Locations of visitors to this page
blogs SAPO

.subscrever feeds