Segunda-feira, 2 de Março de 2009

Invest when there is blood on the street

Diogo Sousa | C12

Critical Software Technologies, Ltd

Southampton | Reino Unido

 

Invest when there is blood on the streets”, By Dr Mergen Reddy, Leader: Strategy & Strategic Finance Deloitte Consulting, Source: Deloitte & Touche (South Africa)

Caros leitores,

 A actual crise financeira manifesta uma profunda crise espiritual e um conjunto equivocado de valores. Perguntam-me vocês:  “Quais as soluções para contrariar esta tendência?”.  Ao que vos respondo:

»   Política de inovação – a crise como oportunidade;

»   Internacionalização em mercados emergentes.

Numa época de crise geral em todos os sectores de actividades, os agentes económicos vêem-se obrigados a transformar as dificuldades em oportunidades, isto é, utilizar um período “menos próspero” para a promoção de ideias arrojadas e inovadoras.

 No caso das PME´s, o sucesso passará pela adopção de soluções centradas na sustentabilidade e diferenciabilidade no sector. As empresas capazes de introduzir novas metodologias beneficiarão de elevadas rentabilidades, sendo que nos dias de hoje, os consumidores/clientes exigem novos e melhores produtos, associados a preços justos e atractivos. Empresas de grande dimensão, que há dez anos se apresentavam como um concorrente quase inalcançável encontram-se agora numa posição mais fragilizada, o que possibilita a abertura de mais oportunidades para empresas em expansão.

Por outro lado, as grandes empresas também retiram benefícios com a actual crise, sendo para elas uma espécie de época de saldos. Com uma coesa capacidade financeira para adquirir empresas de dimensão inferior, incapazes de resistir a tamanhos cortes financeiros nos seus projectos, grandes empresas compram a preços inferiores, utilizam estratégias de fusões & aquisições com o intuito de se tornarem cada vez mais poderosas não só nos mercados onde já dominam, mas também em novos mercados completos de oportunidades.

O “boom” da internacionalização empresarial que se tem verificado desde o final da época de 90 assume, actualmente, um papel fundamental para a sustentabilidade financeira, económica e social das empresas. Por essa razão, muitas empresas já começaram a deslocar os seus esforços no sentido de estabelecerem contactos em países que possuem economias emergentes, de forma a aumentarem o volume de exportações. Economias como as dos países BRIC (Brasil, Rússia, Índia, China) e Angola, tornam-se demasiado apelativas devido ao seu rápido crescimento económico.

 A Critical Software, empresa onde estou a estagiar, segue exactamente estas duas soluções, não só como resposta à crise mas também como estratégia de crescimento. iDEAS TO iNCOME (iTi) é um programa desenvolvido pela Critical Software, vocacionado para estimular a produção de ideias novas no seio de uma organização que quer ser capaz de acomodar a mudança gerada pelo fomento da inovação. Através de um canal interno, todos os colaboradores podem fazer propostas inovadoras, que são depois analisadas ao nível de um board constituído para o efeito e validadas segundo critérios objectivos. Como o seu próprio nome indica, o iTi visa o desenvolvimento de ideias que resultem na geração de riqueza.

Com dez anos de existência, a Critical Software destaca-se pela criação de software fiável e inovador para sistemas críticos das empresas. Projectos como o desenvolvimento da vertente de segurança do sistema de navegação dos satélites Galileo, de uma tecnologia de identificação de embarcações para a vigilância marítima e de um novo sistema para despistagem de minas marítimas num veículo não tripulado de contra-medidas Anti-Minas para o Ministério de Defesa Britânico, são exemplos de projectos que demonstram aposta forte da CSW em inovação.

Mais recentemente, a Critical dá prova do seu sucesso em tempo de crise, ao lançar um spin-off na área da saúde com a criação da empresa Critical Health. Uma empresa que se especializa no desenvolvimento de soluções para o diagnóstico e tratamento de doenças, cuja missão assenta em melhorar a qualidade de vida das pessoas e reduzir os custos na prestação de cuidados de saúde. A proposta de valor da Critical Health consiste em disponibilizar produtos tecnológicos acessíveis e inovadores que facultem informação que contribua para evitar a perda de visão, de mobilidade e de faculdades cognitivas na população.

Devido às limitações do mercado português na área de Software (sistemas críticos orientados para a indústria espacial), a empresa sentiu a necessidade de se internacionalizar, definindo o mercado mundial como o seu mercado alvo. Neste momento encontra-se representada em 4 países (Portugal, EUA, Reino Unido, Roménia), estando previsto para 2009 a abertura de escritórios no Brasil.

publicado por visaocontacto às 00:46
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28

.Artigos recentes

. NOVO LOCAL

. Vila do Bombarral recebe ...

. Empreendedorismo Contacto...

. Encontrão C3

. Contacto 13, solidário em...

. Carreiras: Rui Cristo (C1...

. Existências - Expo de Pin...

. Um pequeno gesto... Um gr...

. Mensagem de Natal

. Os contactos continuam a ...

. PROGRAMA CONTACTO - algun...

. Início do Contacto 14

.Edições

.tags

. todas as tags

.Contador

Amazing Counters
Oriental Trading Coupons

.Mapa Mundo

Locations of visitors to this page
blogs SAPO

.subscrever feeds