Quinta-feira, 1 de Janeiro de 2009

A crise turca

Ana Simões | C12
Cimpor
Ankara | Turquia
 

A Crise! A palavra que o mundo inteiro  nos últimos tempos  tem vivido. No caso da Turquia esta palavra traz à memória lembranças de um passado não muito longínquo, uma vez que, em 2001 a Turquia vivenciou uma das maiores crises económicas da sua história.

Depois de crise de 2001, que  conduziu a  um período de grande crescimento, a Turquia vive actualmente um período de transição. Acabou de sair de uma excelente recuperação pós-crise e necessita de  estabelecer metas e políticas de forma a estabelecer os resultados que tem tido nos últimos anos.

Com a aplicação de reformas a nível fiscal, monetário e institucional, a Turquia encontrou o caminho para sair de crise. Entre 2002 e 2007 registou uma taxa de crescimento médio de 7%. A inflação desceu de 29.7% em 2002 para 8.4% em 2007. Aumentou a criação de emprego no sector industrial e serviços. A dívida pública atingiu um valor estável.

No entanto, no início de 2008, com os mercados financeiros internacionais a deteriorarem-se e com algumas questões relevantes na esfera politíca do país (como a anulação da permissão. por parte das mulheres, de vestirem véu nas Universidades e o caso levado a tribunal em relação ao encerramento do Partido AK), revelou uma certa instabilidade que conduziu a uma depreciação de aproximadamente 14%  das taxas de câmbio, nos primeiros meses de 2008. Isto, por sua vez, levou a uma recuperação de competividade que se tinha perdido. No entanto, as taxas de juro aumentaram significativamente e a inflação aumentou acima do desejado, conduzindo a uma diminuição do crescimento da exportações. Face a isto, a Turquia encara o ano de 2009 com alguma reserva por parte dos investidores, o que já não se via desde 2001.

De acordo com a OCDE a Turquia tem agora um grande caminho a percorrer para se estabelecer e alguns dos conselhos são:

     -- Uma nova política fiscal deverá ser o meio para sustentar a confiança até então conquistada. O anúncio, feito por parte do governo, em relação à publicação das contas do governo de acordo com İAS a partir de 2009, é um passo importante para a construção de confiança através de uma politica de transparência ;

     - As recentes reformas fiscais deverão ser implementadas por completo e será necessária a criação de metas em relação às despesas;

     -- É urgente a implementação de reformas na política de trabalho.

Para que este processo de transição seja superado com sucesso, a OCDE recomenda “The government should develop and implement a comprehensive  formalisation strategy” combining continuing structural reforms in top priority areas with stronger enforcement of rules and regulations.”

Neste momento, a Turquia passa por enorme desafio, para além de ultrapassar as dificuldades dos mercados financeiros internacionais, necessita de se estabelecer e melhorar os seus resultados. Portanto, posso concluir que a crise que a Turquia viveu em 2001 e que o Mundo esta a viver agora, é uma oportunidade para redefinir as politicas até então praticadas, corrigir os erros e aprender com as falhas, criando um sistema mais sustentável.

tags:
publicado por visaocontacto às 00:36
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28

.Artigos recentes

. NOVO LOCAL

. Vila do Bombarral recebe ...

. Empreendedorismo Contacto...

. Encontrão C3

. Contacto 13, solidário em...

. Carreiras: Rui Cristo (C1...

. Existências - Expo de Pin...

. Um pequeno gesto... Um gr...

. Mensagem de Natal

. Os contactos continuam a ...

. PROGRAMA CONTACTO - algun...

. Início do Contacto 14

.Edições

.tags

. todas as tags

.Contador

Amazing Counters
Oriental Trading Coupons

.Mapa Mundo

Locations of visitors to this page
blogs SAPO

.subscrever feeds