Segunda-feira, 2 de Julho de 2007

ORISTEBA - Empreendedores Contacto.

 

A validação e avaliação do "software" utilizado nas missões da Agência Espacial Europeia (ESA), é feita por dois portugueses, Ricardo Marvão e Nuno Sebastião, ambos estagiários do Programa Contacto - edições 6 e 7 respectivamente - que em 2004, criaram a Oristeba com cinco mil euros de investimento inicial. 

 

A Oristeba, sedeada no centro de operações da ESA (ESOC), em Darmstadt, Alemanha, a empresa actua quer ao nível das infra-estruturas (desde estações de terra a missões no espaço), como também no segmento dos simuladores e sistemas de controlo das missões de observação da Terra ou nas missões ciêntíficas.

Ricardo Marvão realizou o seu estágio na ESA e é com ele que vamos conhecer um pouco mais a Oristeba.

 

VC - Como nasceu a ideia de criar a Oristeba?


ORTB - Simples. Dois portugueses sentaram-se à mesa para comer um bacalhau assado. Começam a conversar: "Olha, o teu chefe acaba de me dizer que quer que fiques aqui na ESA. A sério? Excelente! Acho que temos que conversar. Tenho uma ideia mas comporta um sério risco. Parece-me que hoje e' um bom dia para arriscar." E o resto é Historia.


VC - Que razões estratégicas, abordagens, motivações o levaram a constituir a empresa?


ORTB - Ser um nicho de Mercado, o risco, o querer saber se éramos capazes, o estar numa posição privilegiada como empresa portuguesa num Organismo onde Portugal tinha acabado de entrar. No final: Adrenalina, pura adrenalina.

 


VC - Quais são os objectivos da Oristeba, qual a sua área de actividade, principais clientes?


ORTB - A curto prazo, diria que crescer no domínio dos Serviços de Verificação e Validação de Software em Sistemas  para o sector Aeroespacial e Aeronáutico, e continuar a crescer no domínio da ESA e da EUMETSAT.

 


VC - Quanto tempo levou da idealização ao arranque da empresa?


ORTB - 6 Meses de muito trabalho, muitas noites sem dormir, muita vontade de conseguir.

VC - Como avaliou as oportunidades em termos dos factores críticos de sucesso? Da competição? E do Mercado?  

 
ORTB - Fizemos uma enorme analise do Mercado e sabíamos que sem um primeiro grande contrato que não conseguiríamos sequer dizer ao Mundo que existíamos. Analisamos que apoios que conseguiríamos e atacamos as propostas de contrato que melhor sabíamos fazer. No final conseguimos um contrato de 5 anos com a ESA onde a nossa proposta foi a melhor classificada pela Agencia Espacial Europeia no meio de 12 propostas apresentadas. E onde apenas as duas primeiras foram aceites.



VC - Que dificuldades em entrar no Mercado?


ORTB - As dificuldades foram enormes, demoramos quase ano e meio a conseguir o nosso primeiro grande contrato. E' um Mercado muito fechado onde apenas entram alguns players e só de vez em quando a porta se abre para novas empresas. Devo admitir que não é só trabalho, trabalho, trabalho, há que ter também uma estrelinha da sorte que por acaso nos tocou na altura certa e no momento mais oportuno.


VC - Que características acha que os empreendedores devem ter?


ORTB - Visão, mente aberta, nunca desistir, tentar o impossível e ver que afinal as vezes sempre é possível, e é algo de extremamente satisfatório. E sobretudo ter uma experiência internacional.


VC - Pretende manter a actividade? Expandir?


ORTB - A expansão é um dado mais que certo. E' algo que acompanha a Oristeba desde a sua fundação. Não digo que seja algo fácil, mas como me diz sempre o meu pai "Se não fosse difícil depois não tinha piada nenhuma".
E desde já lanço aqui um convite a todos aqueles que se sintam atraídos por este Mercado que é o Espaço e que queiram participar nesta aventura, que nos enviem um e-mail ou nos contactem pois estamos sempre à procura de novas pessoas.


VC - Quais as 3 lições mais importantes que aprendeu enquanto empreendedor?


ORTB - Que o risco tem de estar sempre presente nas nossas mentes para bem avaliar as situações.
Que o stress mata e deturpa a visão clara da mente. É que existe sempre uma solução. Já o meu avo dizia que " a única coisa que não tem solução é a morte de Homem".


VC - Como teve conhecimento da existência do Programa Contacto?


ORTB - Duas amigas tinham participado no programa em anos anteriores e tinham-me explicado a filosofia. Pareceu-me interessante e resolvi inscrever-me.


VC - Acha uma boa iniciativa?


ORTB - Excelente. A experiência internacional e' extremamente importante na carreira dos jovens para melhor avaliar e conhecer as varias diferenças e formas de ser neste mundo, seja na cultura, no trabalho, na vivência e assim adaptar melhor 'a aldeia global em que vivemos hoje. Na minha opinião devia ser algo ate que começasse já nas universidades, algo que fosse encorajado pela sociedade.


VC - Quais as vantagens que o Programa Contacto trouxe à sua empresa?


ORTB - Uma preciosa ajuda inicial em contactos com o Governo, o próprio apoio por parte do ICEP e suporte 'a ideia da Oristeba aquando da sua apresentação à Agencia Espacial Europeia. E mais recentemente, novos trabalhadores incorporados, vindos do Programa. Neste momento já empregamos 5 engenheiros do Programa Contacto.


VC - Em que é que o Programa Contacto o ajudou a tornar-se empreendedor?


ORTB - Melhor gestão de problemas e situações num domínio internacional creio que foi a maior lição retirada.

publicado por visaocontacto às 18:40
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 5 de Março de 2007

Curiosidades da Cultura Alemã

Álvaro Silva

Oristeba

Alemanha, Darmstadt

 

Ao fim de pouco mais de 6 semanas em terras germânicas já tive oportunidade de constatar algumas diferenças culturais entre a Alemanha e Portugal, vou tentar neste texto retratar alguns aspectos que achei curiosos que encontrei na cultura Alemã.

 

Pontualidade Germânica, é quase possível acertar o relógio com a hora em que passam os autocarros, dificilmente se atrasam mais do que 1 minuto, já cheguei mesmo a perder o eléctrico durante 3 dias consecutivos até me aperceber que tinha o relógio atrasado um minuto, mas se por um lado é bom haver pontualidade por outro não, num destes fins de semana fui visitar com um grupo de amigos uma fortaleza medieval situada nas margens do Rio Reno, “Burg Rheinfels”, famosa pelas suas misteriosas catacumbas. Quando lá chegamos fomos avisados que a fortaleza iria fechar em 45 minutos, achamos que era mais do que suficiente para fazer toda a visita. Guiados por um mapa á luz das velas percorremos então as misteriosas catacumbas labirínticas de “Burg Rheinfels”, a percurso não foi tão fácil como esperávamos, com alguns tropeções pelo caminho acabamos por nos perder duas vezes, quando finalmente chegamos ao final das catacumbas esperava-nos uma enorme porta de madeira fechada!!! Pois é, como já tinham passado mais do que 45 minutos a fortaleza estava fechada, mais uma vez vi-me confrontado com a pontualidade Germânica, aqui á hora de fechar fecha-se mesmo. Se acham que assaltar uma Fortaleza é difícil, tentem sair dela.

Gastronomia, confesso que já tenho saudades de peixe fresco, aqui ainda só consegui encontrar peixe congelado com pouca variedade e não era nada especial. Ao fim de pouco tempo apercebi-me de que é possível alimentar um alemão durante um ano usando apenas Salsichas e Cerveja, aliás salsichas cervejas e pão, mas enganam-se se pensam que eles tem uma alimentação pouco variada, pois existem mais duzentas variedades de pão, 1500 tipos de salsichas e qualquer coisa como 5000 marcas de cerveja, ou seja, quando se vai a um bar e se quer beber uma cerveja, não basta pedir uma cerveja, há que ser mais especifico. Em média um Alemão bebe cerca de 121,50 litros de cerveja por ano. Curiosamente aqui se formos apanhados a andar de bicicleta bêbados podemos perder a carta de condução.

 

Na rua os peões nunca atravessam se o sinal não estiver verde, pode não haver um único carro num raio de um quilómetro que mesmo assim ninguém atravessa a estrada. Já vi gente a perder autocarros só por não atravessar a rua num sinal vermelho.  

 

publicado por visaocontacto às 10:52
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28

.Artigos recentes

. ORISTEBA - Empreendedores...

. Curiosidades da Cultura A...

.Edições

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds